ROSA WEBER AFUNDA O BRASIL e VOTA CONTRA A PRISÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA

ROSA WEBER AFUNDA O BRASIL.

 

Em decisão em que coloca suas próprias convicções acima da segurança jurídica, a ministra, na prática (uma vez que os demais votos são conhecidos), dá a vitória à tese de prisão somente após decisão do STF.

A decisão é particularmente ruim, pois o próprio fundamento anterior dela em outra decisão é de que não poderiam haver mudanças bruscas por conta de mudanças de composição (o que pensa cada ministro) do STF. Pois bem. Tivemos várias mudanças bruscas recentemente, TODAS EM FAVOR DO CRIME.  E digo que isso é estúpido, pois em breve teremos uma nova composição do STF, e essa decisão IMORAL E PRÓ-CRIME, será, novamente, BRUSCAMENTE ALTERADA.

É uma vergonha. Quem levará a sério o Brasil?

A criminalidade bate palmas. Ao menos a criminalidade com dinheiro para pagar grandes somas para bancar processos até o STF.

Pobres continuarão sendo presos antes mesmo de qualquer decisão, até de primeira instância. Já os ricos, os chefes de quadrilha, os corruptos…

Gilmar Mendes, que havia “mudado de ideia” (antes apoiava a prisão em segunda instância, mas mudou após a prisão de certas figuras importantes), pensou que isso seria suficiente para mudar a jurisprudência.

Deu certo.

A República de Bananas se institucionaliza. Numa terra em que a corrupção destruiu todo nosso futuro, em que 60.000 homicídios ocorrem todos os anos, votar com base em “teorias abstratas” é demonstrar um total desprezo para com o cidadão, bem como uma traição a milhões de vítimas em todo o Brasil.

Salve-se quem puder. Caminhamos rumo ao caos.