Brasil: recorde de mortes, mas há quem relativize o Corona Vírus

 

Elvis não morreu, a Terra é Plana, Corona vírus é “fake”…

A relativização das mortes, o negacionismo e as teorias da conspiração tem sido a grande causa do aumento gigantesco no número de mortes no Brasil. Basta ver os gráficos.

Em outros países, onde o Corona vírus está sendo controlado, a população tem tomado todas as precauções possíveis. Com a seriedade e gravidade devidas.

Porém, no Brasil, politicos como Carla Zambelli e sites como Terça Livre insistem em levar a população para o caminho do descuido.

Hoje, o Brasil ultrapassou a barreira de 600 mortos diários. E seguem relativizando: “gripe também mata”, “assalto também mata”, “em estados bolsonaristas tem menos mortos”, etc…

 

Carla Zambelli, Terça Livre e tantos outros.

Basta ver os posts e lives. Carla Zambelli, por exemplo, traz números indicando que estados “bolsonaristas” tem menos mortos.

Insinua, portanto, que os números de mortos nos demais estados seriam falsos/errados? Ou que ser bolsonarista traz ‘imunidade’?

 

Post de Carla Zambelli de 03 de maio de 2020
Post de Carla Zambelli de 03 de maio de 2020

 

Já o Terça Livre, relativiza as mortes, ao indicar que outros tipos de mortes ocorrem em igual ou maior escala no Brasil.

Ontem mesmo, em Live das 20:30, Allan dos Santos insistia nessa linha de raciocínio. Claro, há a liberdade de expressão.

Porém, no que isso ajudará o povo? Que já não se cuida normalmente. E que agora, relativizado o vírus, se cuidará menos ainda.

 

 

 

Brasil, caminhando para o recorde mundial de mortos

Se tivéssemos tratado a doença, COM A SERIEDADE e GRAVIDADE necessárias, possivelmente, estaríamos com a situação já sob controle.

Mas os gráficos estão em subida VERTICAL. O próprio Trump reconheceu e afirmou que a situação brasileira está saindo do controle e que pode até banir voos para o Brasil.

Algo, completamente desnecessário. A pandemia não poderia ter sido politizada. Pois está matando ricos e pobres. Esquerda e Direita.

Mas o ‘negacionismo’ enfrenta a realidade e duvida de sua existência. Ainda que em vão.

 

Gráfico é claro ao indicar a fortíssima expansão da doença

 

Teorias, cada vez mais tresloucadas de conspiração

Recentemente, a polícia civil indiciou uma senhora que inventou um fake news de que estariam enterrando caixões vazios. A pena pode chegar a 9 anos de cadeia.

E não é apenas uma “mentirinha”, é uma desinformação que poderá levar milhares de pais de família à morte.

São pessoas que, na ânsia de conseguir mais likes em seus posts, são capazes de qualquer coisa. Qualquer crime.

Ora, imaginem a cena patética: 260 mil CAIXÕES VAZIOS… No planeta todo? Um teatrinho feito por TODOS os líderes mundiais? Mas não adianta argumentar…

Há os que acreditam na “Terra Plana”, no “Elvis não morreu”… E uma “conspiração fresquinha” é algo tentador demais para não se repassar nos grupos.

 

A Direita poderá afundar junto com tais teorias

O fato é que Terça Livre, Carla Zambelli e outros fazem uma “aposta” arriscadíssima, e podem afundar a direita com ela. Pois são pessoas e sites com GRANDE influência na Direita.

Então pergunto: E SE os gráficos estiverem corretos? Teremos uma HECATOMBE NACIONAL. Pois a se manter o crescimento exponencial, em 6 meses teremos MILHÕES DE INFECTADOS.

E uma quantidade imensa de mortos, EM ESPECIAL entre os membros da Direita, justamente os que acreditaram em tais teorias, e deixaram de se cuidar.

E ai comecarão a buscar os culpados. Os conspiracionistas, os que relativizaram a doença e influenciaram o povo. O que dirão?

Mas, enquanto morrem inocentes, membros do terçalivre até dançam, insensíveis à calamidade…

 

 

Não há muito a fazer

O direitalivre.com muitas vezes tem passado como o ‘patinho feio’ da Direita, por nossa postura crítica. Não somos ‘ufanistas’, tampouco dizemos ‘amém’ para quem quer que seja.

Nosso site, criado em 2014, e página de facebook combinados, não tem o mesmo poder comunicativo que toda a rede bolsonarista combinada. Não temos como influenciar em sentido contrário.

E nosso típico leitor, mais crítico e ponderado, talvez não passe o dia grudado em celulares repassando correntes sem pensar, como é típico no “bolsonarismo hardcore”.

Sinto um peso tremendo no coração pelo futuro. Moro na zona norte de São Paulo, e como advogado tenho contatos com gerentes de hospitais e vejo a desgraça se avolumar.

Mas ninguém ouve. Não é sedutor ouvir o óbvio. Não rende likes falar sobre a morte que se aproxima.

 

Há humanos nos caixões

Diferentemente do que pregam os conspiracionistas, há pais de família, há mães sendo enterrados. Os caixões NÃO estão vazios. E não é por uma ‘gripezinha’.

Mas nos chamam de “traidores”, “anjos da morte”, “urubus”, por insistirmos em mostrar a realidade. Ninguém escuta.

É surreal ver os corpos se empilhando, enquanto políticos e sites negam ou relativizam a realidade, dando fôlego e credibilidade aos conspiracionistas e negacionistas.

Enquanto isso, o ordeiro povo cristão, cada vez mais crente em conspirações, segue de peito aberto rumo à morte.

 

Infiltrados?

Insultam-nos ainda por tentar mostrar a realidade… “Infiltrado!”, dizem os bolsonaristas… Mas e se os verdadeiros ‘infiltrados’ estiverem entre eles? Os convencendo a seguir esse caminho?

Pois enquanto os “isentos” e esquerda seguem “na paranóia” de se resguardarem do vírus, a Direita, convencida da “conspiração”, tende a ser a maior a vítima.

A quem interessa isso? Essa insanidade?

Rogaria a Deus para que apenas eu fosse o errado. Que estivesse completamente enganado. Mas nada mudará a realidade.

Deus nos ajude.

 

 


 

IRAN PORÃ MOREIRA NECHO (15/11/1970), é católico apostólico romano, advogado formado na Universidade Mackenzie, com extensão em Samford-EUA, atuou como advogado interventor em Liquidações Extrajudiciais pelo Banco Central. É sócio no escritório de advocacia Moreira Necho e Santos Couto Advogados, presidente do IBRIM – Instituto Brasileiro Imobiliário e criador do site direitalivre.com, em 2014.

 


 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK:

 </